Capitolio


‘A gente não quer somente salário’

22 de agosto 2019

Benefícios e atualização profissional são os itens que mais retém talentos nas empresas. Portanto, o salário não é mais o carro-chefe quando se trata da gestão de recursos humanos nas empresas. A composição de benefícios é um dos principais itens adotados para segurar profissionais, segundo pesquisa com 250 empresas em junho último feita pelo HR First Class e Safe Care, esta especializada em gestão integrada e auditoria do benefício saúde. O levantamento também apontou que para 58,8% dos entrevistados, benefícios e cursos de capacitação são igualmente importantes para manter os colaboradores nas companhias brasileiras.

Planos de saúde e … Em segundo lugar vêm as gratificações e campanhas salariais, com 22,5% e 18,6%, respectivamente. Segundo Kátia de Boer, sócia diretora da Safe Care, a pesquisa mostra que as empresas estão mais atentas em buscar uma solução completa aos colaboradores. Entre eles, estão os convênios médicos, que integram a maioria dos pacotes oferecidos. “Os benefícios compõem as políticas de remuneração e, por isso, merecem atenção. A tendência é que as empresas prestem mais atenção ao melhor leque para que novos modelos sejam mais justos, assertivos e igualitários.”

… cursos de capacitação Planos de saúde, por exemplo, devem contemplar a melhor rede de hospitais e laboratórios. Os colaboradores estão atentos a tudo isso, explica Boer. O conjunto de benefícios pode estar relacionado ao turnover . Na opinião dos entrevistados, o índice é maior no nível operacional. Cerca de 44,1% consideram que os colaboradores em funções técnicas são os que mais deixam a empresa em busca de outras oportunidades. Mesmo com esse índice, 50% dos entrevistados consideram que a taxa é pequena, seguida de 36,3% que consideram média e 13,7% que opinaram elevada.

Autor: Liliana Lavoratti
Referência: DCI