Capitolio


Amil corta custos e demite funcionários

28 de agosto 2019

Dona da Amil, a empresa americana UnitedHealthcare está cortando custos e pessoal a fim de melhorar os resultados da operadora brasileira. Desde sua aquisição, por R$ 10 bilhões em 2012, a Amil não apresenta bom desempenho financeiro. A orientação é que cada departamento da companhia faça uma redução de 30% entre orçamento e salários. Até agora, pelo menos 300 pessoas, inclusive do alto escalão, foram demitidas. Esse número deve aumentar porque o processo ainda está em andamento, segundo o Valor apurou.

Ainda de acordo com fontes, a reestruturação da unidade brasileira – que contava com 38 mil funcionários em 2018 – está sendo liderada pessoalmente pela CEO global da UnitedHealthcare, Molly Joseph. A executiva passou a maior parte deste mês no Brasil promovendo mudanças, liderando reuniões e esteve também na Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS).

Veja mais

Autor: Beth Koike
Referência: Valor Econômico