Capitolio


Cigarro mata, não custa sempre lembrar

29 de agosto 2019

A cada ano, a taxa de mortalidade por câncer de pulmão no Brasil cai entre os homens —e cresce entre as mulheres. Para se ter uma ideia, em 1980 morriam 3,6 homens para cada mulher no Brasil. Agora, o número já é quase o mesmo: 1,37 homem para cada mulher. Os dados inéditos serão divulgados hoje, Dia Nacional de Combate ao Fumo, no estudo “A curva epidêmica do tabaco no Brasil: para onde estamos indo?”, de Inca e Ministério da Saúde

Segue…

Segundo o estudo, como as mulheres começaram a fumar depois dos homens, eles acabaram se beneficiando mais das políticas para controle de tabagismo. Pelo lado bom, o aumento da mortalidade entre elas já está “desacelerando”. Melhor assim.

Autor: Ancelmo Gois
Referência: O Globo