Capitolio


Saúde intensifica busca de recursos no mercado de capitais

30 de setembro 2019

Bancos que estruturam e coordenam tais operações acreditam em onda forte de novas emissões ainda este ano

O setor de saúde movimentou o equivalente a quase R$ 11,7 bilhões este ano, até agosto, por meio de emissões primárias e secundárias de ações, de dívidas, de notas promissórias (NP) e de Certificado de Recebíveis Imobiliário (CRI). Desse total, R$ 1,4 bilhão diz respeito a redes de farmácias e laboratórios de medicamentos, segundo levantamento da Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais (Anbima).

Veja mais

Autor: Roseli Loturco
Referência: Valor Econômico