Capitolio


Nova Previdência pode dobrar custos

05 de dezembro 2019

O impacto da nova Previdência vai muito além do maior tempo de contribuição para as pessoas físicas

As empresas patrocinadoras de fundos de pensão, por exemplo, vão ter uma ampliação de gastos de até 100% com os funcionários, quando comparado com o regime anterior. Além disso, a nova realidade de taxas baixas vai exigir que os beneficiários até dobrem os esforços de acumulação para conseguir manter a mesma renda complementar comparada à época de  juro real de 5% ao ano.

As conclusões fazem parte de um conjunto de simulações feitas com exclusividade ao Valor pela Luz Soluções Financeiras. As projeções ajudam a mensurar o que vai mudar para entidades de previdência complementar fechada e seus usuários com as mudanças.

“Grandes impactos para os fundos de pensão são a questão do maior tempo de aporte para os fundos e o aumento dos gastos com saúde, que cresce exponencialmente”, afirma Sara Marques, sócia e diretora de previdência da consultoria. Esse novo mundo da seguridade social vai exigir uma combinação de esforços tantos dos planos privados quanto dos trabalhadores para manter o mesmo nível de benefícios do antigo regime e da época de retornos de dois dígitos das aplicações.

Veja Mais

Autor: Sérgio Tauhata
Referência: Valor Econômico