Capitolio


Previ vai ter política de investimento mais flexível

16 de dezembro 2019

A redução da taxa de juros em um ritmo mais intenso do que o esperado forçou a Previ, maior fundo de pensão do país, a rever sua estratégia de investimentos, que inicialmente estimava uma redução mais acelerada de sua participação em renda variável. As aplicações em bolsa representam quase 50% do portfólio de seu principal plano, de benefício definido e já maduro, e em posições ainda muito concentradas. Devido ao porte do carteira da fundação, da ordem de R$ 200 bilhões, o objetivo de diversificá-lo é um desafio, segundo o diretor de investimentos, Marcus Moreira. Umas das estratégias, por exemplo, é buscar posições em fundos multimercados e imobiliários.

Veja mais

Autor: Juliana Schincariol
Referência: Valor Econômico