Capitolio


Buraco na saúde

19 de janeiro 2020

O programa Médicos pelo Brasil (o Mais Médicos do governo Bolsonaro) fechou 2019 com déficit de mão de obra de quase 20%. Das 18 mil vagas disponíveis, 3,5 mil não foram ainda preenchidas.

Autor: Lauro Jardim
Referência: O Globo