Capitolio


País tem forte crescimento de ‘insurtechs’

04 de março 2020

Maioria das empresas tem menos de 20 funcionários e fatura até R$ 5 milhões, diz pesquisa

Nos últimos quatro anos, o número de “insurtechs” criadas no Brasil foi quase o mesmo daquele registrado nas duas décadas anteriores, segundo mostra levantamento realizado pela consultoria KPMG em parceria com a Distrito, plataforma de inovação que conecta startups, empresas e investidores, adiantado para o Valor.

No período de duas décadas entre 1996 e 2015, surgiram no país 57 insurtechs, as startups voltadas ao setor de seguros. Já entre 2016 e 2019, foram criadas 56 empresas, totalizando 113 identificadas pelo estudo. Desde a primeira versão do estudo, em 2018, sete empresas deixaram de operar, em uma taxa de mortalidade de 6,14% e uma média de 6,3 anos de vida.

Veja mais

Autor: Flávia Furlan
Referência: Valor Econômico