Capitolio


Busca por risco é desafio para fundação

06 de março 2020

Conforto criado por juro alto atrasou evolução do setor, segundo Roland Berger

As políticas de investimentos dos fundos de pensão para 2020 indicam que as fundações vão aumentar o risco de suas carteiras diante dos juros nas mínimas históricas, que pressionam as metas atuariais.

Essa movimentação, contudo, representa um desafio para as entidades de previdência fechada. Elas não estão preparadas para o ambiente competitivo e de diversificação de ativos necessária, alerta a consultoria alemã Roland Berger. “O setor previdenciário brasileiro terá de se transformar, modernizando estratégias e modelos de gestão”, afirma ao Valor o diretor Daniel Martins.

Veja mais

Autor: Juliana Schincariol
Referência: Valor Econômico