Capitolio


Previ e Petros superam meta atuarial em 2019

09 de março 2020

Donos de um patrimônio de mais de R$ 300 bilhões, os maiores fundos de pensão do Brasil Previ (Banco do Brasil) e Petros (Petrobras) – encerraram o ano passado com resultados acima de suas metas atuariais.

A valorização de mais de 30% do Ibovespa no ano passado e um resultado ainda positivo dos títulos públicos beneficiaram as fundações em um período em que o mercado ainda não temia as consequências do novo coronavírus. Na Petros, que tem patrimônio total de R$ 101 bilhões, os planos fecharam o ano com rentabilidade de 20%, a maior em 12 anos.

Veja mais

Autor: Juliana Schincariol
Referência: Valor Econômico