Capitolio


Coronavírus atingiu economia chinesa mais forte que esperado no 1º bimestre

16 de março 2020

A atividade econômica da China sofreu forte contração nos dois primeiros meses do ano, em meio às medidas agressivas de Pequim para conter a epidemia de novo coronavírus, bem além do economistas.

A produção industrial caiu 13,5% no bimestre janeiro-fevereiro em relação ao mesmo período do ano anterior, em comparação com o aumento de 6,9% em dezembro, informou o Escritório Nacional de Estatísticas (NBS, na sigla em inglês) nesta segunda-feira em Pequim.

Veja mais

Referência: Valor Econômico