Capitolio


Hapvida corta caminho para abastecer

27 de março 2020

Companhia usa avião para buscar produtos nos fabricantes e recorre a alternativas

Diante da escassez de materiais médicos por conta da pandemia do novo coronavírus, a Hapvida montou uma operação de guerra com aeronave exclusiva para retirada das mercadorias diretamente nos fabricantes, está adquirindo máscaras de proteção em produtores alternativos, além de ter uma equipe noite e dia negociando com fornecedores e distribuidores. A operadora, que atende a quase todos os seus 3,5 milhões de usuários em rede própria, quer chegar ao fim de abril, quando deve ocorrer o pico da pandemia, com um estoque de 120 dias.

Veja mais

Autor: Beth Koike
Referência: Valor Econômico