Capitolio


Crise acentua os déficits dos fundos de pensão

08 de abril 2020

A Abrapp, associação que representa os fundos de pensão, espera um “crescimento gigantesco” dos déficits das fundações em 2020. Os resultados serão pressionados pelo avanço do coronavírus e seus efeitos sobre o mercado acionário. Os fundos têm parte importante de suas carteiras em ações de empresas que vem sofrendo com os efeitos da pandemia. “Será um ano muito complicado para bater as metas atuariais”, afirmou o presidente, Luís Ricardo Martins.

Veja mais

Autor: Juliana Schincariol
Referência: Valor Econômico