Capitolio


Abrapp define 30 propostas dos fundos de pensão para fazer frente à crise

14 de abril 2020

A Associação Brasileira das Entidades Fechadas de Previdência Complementar. (Abrapp), associação que representa os fundos de pensão, definiu 30 propostas para fazer frente à crise.

“Tivemos uma excelente participação das Associadas e parceiros que nos enviaram dezenas de sugestões. Todos estão sensíveis e demonstram grande preocupação para mitigar os impactos da pandemia do novo coronavírus sobre nosso setor” diz Luís Ricardo Marcondes Martins, diretor-presidente da Abrapp.

Entre as propostas acrescidas na lista da Abrapp figuram, por exemplo, a flexibilização de regras para o resgate das contribuições dos participantes, suspensão de contribuições dos planos autopatrocinados e a possibilidade de aquisição de materiais de saúde com utilização dos recursos do Plano de Gestão Administrativa (PGA).

Também foram somadas sugestões relacionadas à flexibilização das regras para equacionamento de déficit, e também para a venda de títulos marcados na curva, além da prorrogação do início da vigência da Lei Geral de Proteção de Dados.

As propostas envolvem ainda a flexibilização temporária das regras de certificação e habilitação de dirigentes, além da suspensão temporária da prova de vida pelos assistidos, entre outras.

Referência: Monitor Mercantil