Capitolio


Autogestão prevê gasto de R$ 1,4 bi

23 de abril 2020

As operadoras de planos de saúde de autogestão, modalidade de convênio médico administrado pela própria empresa contratante, estimam que os gastos médicos com o tratamento da covid-19 para seus 4,7 milhões de usuários somem R$ 1,4 bilhão neste ano.

Esse valor representa 6,2% dos custos médicos registrados pelo setor, em 2019.

A projeção é da União Nacional das Instituições de Autogestão em Saúde (Unidas) que se baseou em relatório do Credit Suisse e de estudo da Imperial College London, instituição de ensino britânica, que produziram análises sobre o impacto financeiro do novo coronavírus.

Veja mais

Referência: Valor Econômico