Capitolio


IRB refuta problema de insolvência

25 de maio 2020

O IRB Brasil RE, na última semana, reuniu clientes para esclarecer que, apesar de estar sendo alvo de uma fiscalização especial da reguladora Susep, não tem problemas de solvência e seguirá cumprindo seus contratos.

Em fevereiro, a insuficiência de provisões técnicas que motivou a fiscalização neste mês era de R$ 300 milhões. Esse valor, conforme a apresentação, é a diferença entre a necessidade de provisões de R$ 9,8 bilhões e os R$ 9,5 bilhões em ativos elegíveis para constituí-las.

A relação entre os ativos que a empresa tem e que são elegíveis para as provisões e a necessidade de provisões técnicas precisa ser superior a 100%. No IRB, ela estava perto de 98% em fevereiro.

Esse percentual se deteriorou nos meses seguintes, uma vez que o IRB alega que o indicador foi prejudicado pela desvalorização cambial, que se acentuou em março e abril. O aumento desse desenquadramento levou à fiscalização da Susep, em maio.

Veja mais

Autor: Ana Paula Ragazzi
Referência: Valor Econômico