Capitolio


Empresa que criou tecnologia para SP na pandemia diz que Brasil precisa disponibilizar dados

22 de junho 2020

Semantix desenvolveu ferramenta que monitora leitos de hospitais no estado

Bolso Para ajudar seus clientes a atravessar a crise do coronavírus, a empresa de tecnologia Semantix ofereceu aos que estão em dificuldade, sobretudo os pequenos varejistas, a possibilidade de suspender as cobranças mensais e faturar apenas uma comissão das vendas deles, segundo Leonardo Santos, presidente da companhia.

Distância Após o começo da pandemia, a empresa, que é especializada em big data, inteligência artificial e análise de dados, percebeu um aumento na demanda por seus serviços como o desenvolvimento de plataformas online, especialmente pelos setores de varejo e pagamentos digitais.

Algoritmo O presidente da Semantix, que também ofereceu uma ferramenta de monitoramento da ocupação dos leitos de hospitais ao governo de São Paulo, chamada Censo Covid-19, afirma que o estado está enfrentando o pico da pandemia.

Maca “Em algumas áreas isoladas de SP, a ocupação não está crescendo, mas as periferias continuam em uma constante”, diz Santos.

“Na pandemia todo mundo percebeu a necessidade de ter dados. Está na hora de o país ter uma agenda única, se juntar a criar mecanismos para disponibilizar as informações” – Leonardo Santos- presidente da Semantix.

Autor: Joana Cunha
Referência: Folha de São Paulo