Capitolio


Flexibilização regulatória pode modernizar indústria de seguros

24 de julho 2020

Susep vai escolher 10 projetos inovadores, com foco no uso de tecnologia

Inspirada no modelo do Reino Unido, a Superintendência de Seguros Privados (Susep) coloca o Brasil na rota de dez países que estão prontos para testar o sandbox regulatório – termo usado para definir a flexibilização de requisitos regulatórios por um período limitado de tempo para permitir que empresas experimentem serviços e produtos financeiros inovadores com um pequeno grupo de clientes. A ideia é estimular a inovação no setor de seguros.

O edital foi reaberto após a suspensão no início da pandemia e irá selecionar entre 20 de julho e 19 de agosto dez projetos inovadores, com foco no uso de tecnologia e modernização de produtos e serviços e que tragam redução de custos para os consumidores. Este número poderá dobrar caso a autarquia enxergue diversidade nas propostas apresentadas que possam elevar a competição neste mercado. A ação é coordenada em parceria com o Banco Central (BC) e a Comissão de Valores Mobiliários (CVM) e cria ambiente experimental de regulação mais flexível e com exigências mais brandas de aporte de capital para empreendedores em fase inicial.

Veja mais

Autor: Roseli Loturco
Referência: Valor Econômico