Capitolio


Paralisação na saúde contribuiu com 1 ponto de perda no PIB, aponta FGV

10 de agosto 2020

“Fuga” dos hospitais por medo de contaminação durante a pandemia é responsável pela perda, diz economista 

Levantamento da Fundação Getulio Vargas (FGV) mostra que, durante o auge da pandemia, as atividades de saúde pública e privada, em conjunto, contribuíram com 1,0 ponto percentual negativo para queda de 7% do PIB projetada pela FGV no quadrimestre de fevereiro a maio, na comparação com o mesmo período do ano passado.

O setor de saúde, tanto na parte de consultas quanto na de internações, mostrou-se praticamente paralisado, com pacientes adiando consultas e cirurgias não urgentes, por medo de contaminação por covid-19, explicou Juliana Trece, economista da FGV e uma das responsáveis pelo estudo divulgado ao Valor.

Veja mais

Autor: Alessandra Saraiva
Referência: Valor Econômico