Capitolio


Opção por hospitais de campanha no Rio foi um erro, diz especialista

12 de agosto 2020

Capital fluminense tem a mais alta taxa de mortalidade por covid entre as metrópoles brasileiras

Segundo Estado com maior número de mortes pela covid-19, atrás apenas de São Paulo, o Rio de Janeiro sofre as consequências da adoção de uma estratégia equivocada de combate à doença que privilegiou a montagem de hospitais de campanha em detrimento da utilização de leitos já existentes na rede pública mas fechados por falta de recursos humanos. A conclusão é do epidemiologista Daniel Soranz, da Fundação Oswaldo Cruz, autor de um levantamento no qual analisa o desempenho das redes de saúde pública estadual e municipal no Rio na pandemia.

Veja mais

Autor: Rodrigo Carro
Referência: Valor Econômico