Capitolio


Diálogo com a Anvisa é intensificado

27 de agosto 2020

Laboratórios aprovam celeridade da agência na pandemia

Os dois anos habituais na fila pela aprovação de um medicamento no Brasil parecem ser coisa do passado. Os laboratórios farmacêuticos e seus representantes institucionais apontam que a pandemia sedimenta uma nova fase entre autoridades sanitárias e o setor privado de saúde.

E a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) é o destaque nesse sentido. A urgência dos laboratórios em substituir fornecedores de matérias-primas ante a série de lockdowns na China, Itália, Espanha, por exemplo, fez com que os laboratórios locais tivessem que submeter às autoridades uma série de matérias-primas de procedências diferentes das já registradas na agência, obtendo aprovações céleres. “Há uma equipe de qualidade técnica de alto nível na agência e o conhecimento das moléculas ajuda muito no diálogo com os cientistas dos laboratórios. E tempo é dinheiro”, lembra Henrique Tada, diretor-executivo da Associação Nacional dos Laboratórios Nacionais (Alanac).

Veja mais

Autor: Márcia R. Corradini
Referência: Valor Econômico