Capitolio


Visibilidade sobre IRB ainda é baixa

01 de setembro 2020

Analistas reduzem preço-alvo das ações após prejuízo de R$ 685 milhões no segundo trimestre

Analistas consideraram fracos os resultados apresentados pelo IRB no segundo trimestre. Ainda apontam pouca visibilidade para entender o negócio do ressegurador depois que a administração anterior foi afastada, em meio a investigações sobre manipulação do balanço. As dúvidas vão desde qual é o novo patamar de retorno sobre patrimônio do ressegurador até se ele eventualmente precisará de nova capitalização. Os números ainda vieram muito impactados por reajustes do passado.

O IRB fechou o segundo trimestre com prejuízo acima do esperado, de R$ 685,1 milhões, por conta de despesas com sinistros maiores que as normais e do câmbio. No segundo trimestre, os sinistros retidos somaram R$ 2,339 bilhões, contra R$ 798,7 milhões no mesmo trimestre de 2019. O índice de sinistralidade do período foi de 135,3%, ante 76,5% no primeiro trimestre e 58% do no mesmo período de 2019. Esse índice impressionou negativamente os analistas.

Veja mais

Autor: Ana Paula Ragazzi e Álvaro Campos
Referência: Valor Econômico