Capitolio


Sinistro

24 de setembro 2020

O Procon-SP notificou a Amil, a NotreDame Intermédica e a administradora Qualicorp questionando a aplicação de reajustes em mensalidades neste ano – a Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) suspendeu aumentos até dezembro.

Motivos As empresas deverão explicar por que eles foram aplicados, como foram calculados e se os consumidores foram informados.

Mãos limpas A Qualicorp diz que os reajustes são definidos pelas operadoras de saúde, e não por ela. A NotreDame afirma que a decisão da ANS ocorreu em setembro, após a aplicação de reajustes em parte dos contratos. E diz que reenviou os boletos de setembro de 2020 sem aplicação de reajuste. A Amil afirma que não foi notificada e que segue as determinações da ANS.

Autor: Monica Bergamo
Referência: Folha de São Paulo