Capitolio


Interesse por seguro cibernético é crescente

28 de setembro 2020

Para evitar que situações inesperadas interrompam o fluxo de trabalho, profissionais em home office e seus empregadores estão recorrendo às seguradoras em busca de proteção contra roubos, incêndios, danos elétricos e para ter serviços de help desk e manutenção. Seguros residenciais, de equipamentos eletrônicos e de riscos cibernéticos estão em alta.

“A oferta de assistência técnica para as mais diferentes necessidades da casa é o fator que mais atrai o interesse de quem procura um seguro residencial”, diz Jarbas Medeiros, presidente da comissão de riscos patrimoniais massificados da Federação Nacional de Seguros Gerais (Fenseg).

Marcelo Blay, CEO da corretora on-line Minuto Seguros, diz que o consumidor começa a perceber a relação custo-benefício positiva no seguro residencial. Uma cobertura contratada de R$ 300 mil de uma casa em São Paulo sai por R$ 500 ao ano, e de um apartamento, por R$ 270 anuais. “Não são necessárias muitas visitas de um eletricista ou encanador para perceber a vantagem de contratar o seguro”, diz Blay.

Veja Mais

Autor: Domingos Zaparolli
Referência: Valor Econômico