Capitolio


Índice ABCR e o seguro Transportes

30 de setembro 2020

Referência: CNseg

Segundo a Confederação Nacional das Seguradoras, o índice que mede mensalmente o fluxo total de veículos que passa pelas praças “pedagiadas”, divulgado pela Associação Brasileira das Concessionárias de Rodovias, passou a ser considerado de grande importância para análises conjunturais da economia brasileira, dado que é um indicador de alta frequência e que se correlaciona com diversos indicadores econômicos relevantes. O referido índice possui uma correlação positiva com o volume de prêmios do grupo Transportes e pode ser utilizado como um termômetro da tendência do setor de seguros.

O grupo Transportes ainda sofre os efeitos da pandemia do novo coronavírus com uma queda média de 7,1% em sua arrecadação entre os meses de março e julho. No entanto, com a retomada gradual da atividade econômica, as perspectivas para o futuro do setor ainda são positivas. Pelo gráfico abaixo, que compara a evolução das taxas em trimestres móveis da arrecadação de Transportes e do índice ABCR para veículos pesados, indica uma retomada do fluxo de veículos nas rodovias nacionais sendo também acompanhado pela melhora do grupo Transportes. Com a divulgação dos dados de agosto para o índice, nota-se que a taxa observada é próxima ao 0,0%, indicando retorno a patamares de 2019 e, considerando a sua correlação positiva com o grupo de Transportes, é possível inferir que a mesma recuperação ocorra neste setor.