Capitolio


Após incertezas do Ministério da Saúde, Doria e senadores discutem plano B para distribuição da vacina chinesa

09 de outubro 2020

Governador de SP e os parlamentares têm uma reunião virtual marcada para esta sexta (9) 

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB-SP), e senadores de diversos estados começaram a discutir um plano B para a distribuição da Coronavac, a vacina chinesa contra a Covid-19, em todo o país.

Plantão Nacional

A ideia surgiu diante da incerteza em relação à possibilidade de o Ministério da Saúde adquirir a vacina para distribuí-la no SUS, por meio do programa de imunização. Doria e os parlamentares têm uma reunião virtual marcada para esta sexta (9).

O senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP) e o governador de São Paulo, João Doria (PSDB) – Divulgação

Plantão 2

Além de lideranças partidárias, também deputados e senadores da comissão especial do Congresso que acompanha a crise da Covid-19 vão conversar com o governador.

Plantão 3

“Caso haja alguma omissão, já estamos estudando alternativas”, diz o senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP), que esteve na segunda (5) com o governador em São Paulo para discutir o tema.

Mesmo Barco

“Não pode ocorrer no país uma situação de apenas os brasileiros de um estado terem acesso à vacina”, segue o senador, dizendo que Doria se colocou à disposição para encontrar soluções. Uma delas seria uma negociação do Instituto Butantan, que deve fabricar a Coronavac, com os consórcios que reúnem os estados de cada região.

Rede

Na quinta (8), o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, se reuniu com o secretário de Saúde de SP, Jean Gorinchteyn, para discutir o investimento de R$ 92 milhões na Coronavac.

Autor: Monica Bergamo
Referência: Folha de São Paulo