Capitolio


Fogo

21 de outubro 2020

Coluna Broadcast 

A Sompo Seguros foi multada em R$ 800 mil pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ) em processo que envolve o incêndio ocorrido com a T-Grão em um terminal de grãos no Porto de Santos. A multa equivale a 3% do valor da ação e foi aplicada em razão de movimentos feitos pela seguradora no processo para impedir que provas fossem colhidas. A decisão foi publicada em 21 de setembro e a Sompo já recorreu.

O caso. O incêndio ocorreu em 2013 em um dos silos da T-Grão. Segundo o advogado da companhia, Maurício Silveira, do escritório Ernesto Tzirulnik Advocacia, o acidente foi causado por uma esteira que travou e tentou continuar se movimentando, até pegar fogo. Já a Sompo, diz Silveira, afirma que o incêndio tem relação com o ingresso de grãos com níveis de umidade acima do permitido. Portanto, estaria livre de pagar o valor segurado.

Com a palavra. Procurada, a seguradora não quis se manifestar, por preferir manter o assunto no âmbito judicial, e se limitou a dizer que reitera sua política de transparência e respeito ao consumidor e às normas determinadas pela Susep (Superintendência de Seguros Privados).

Referência: Estado de São Paulo