Capitolio


Susep quer mudar regra de solvência

22 de outubro 2020

Regulador abre hoje consulta pública de novas normas, que podem liberar R$ 6,5 bi atualmente provisionados para cobrir riscos de liquidez

As seguradoras brasileiras vão receber um alívio financeiro providencial na virada para 2021. Isso porque a Superintendência de Seguros Gerais (Susep) vai colocar em consulta pública a partir de hoje uma mudança nas normas de gestão de risco de liquidez, o que, na prática, pode liberar R$ 6,5 bilhões para as companhias.

Segundo o regulador, a consulta será mantida por 30 dias. Após o prazo e com os ajustes feitos com as sugestões recebidas, a autarquia prevê que as novas regras passem a valer a partir de 4 de janeiro.

O que a Susep está propondo é a troca da exigência atual de as companhias manterem um colchão de proteção extra de 20% do capital de risco por um plano individualizado para cobrir o risco de liquidez. Esse “buffer” previsto nas regras vigentes é um valor adicional além da própria necessidade de provisionamento da companhia, ou seja, dos recursos mantidos para evitar os riscos de cobertura e de solvência.

Veja mais

Autor: Sérgio Tauhata
Referência: Valor Econômico