Capitolio


Einstein toma crédito no BID de R$ 200 mi

09 de novembro 2020

Hospital teve um impacto de R$ 500 milhões nas contas deste ano por causa da pandemia

Com um impacto de R$ 500 milhões nas contas deste ano por causa da pandemia, o Hospital Albert Einstein tomou um empréstimo de R$ 200 milhões no Banco Interamericano de Desenvolvimento, o primeiro crédito do BID a um hospital privado no país.

“No começo da pandemia, não imaginávamos que haveria um impacto tão grande, subestimamos. Tivemos queda de receita e aumento de custos ao mesmo tempo. Nossa meta era a preservação de caixa. Por isso, fomos buscar um financiamento de longo prazo”, disse Patrícia Leisnock, diretora executiva de finanças do Hospital Albert Einstein. Com a captação, cujo prazo de amortização é de sete anos e taxa de juros de mercado, o Einstein encerrará o ano com um caixa de R$ 1,3 bilhão, o que representa uma redução de apenas 13% em relação ao projetado antes da pandemia.

Veja mais

Autor: Beth Koike
Referência: Valor Econômico