Capitolio


Saldo de ativos dos fundos de pensão mostra recuperação em setembro, indica Abrapp

12 de novembro 2020

Valor ainda permanece abaixo do saldo de R$ 986 bilhões de dezembro de 2019

Os ativos totais das entidades fechadas de previdência complementar (EFPC) somaram R$ 974 bilhões em setembro, o que representa 13,6% do PIB, segundo levantamento da Associação Brasileira das Entidades Fechadas de Previdência Complementar (Abrapp). O resultado consolidado das EFPCs mostra recuperação desde o início da pandemia.

O valor ainda permanece abaixo do saldo de R$ 986 bilhões de dezembro de 2019, mas sinaliza uma recuperação em relação ao pior momento da pandemia, em março, quando os ativos totais das EFPC caíram para R$ 911 bilhões, impactados pelas fortes oscilações do mercado. Naquele mês, o Ibovespa registrou queda de 29,9%, enquanto o Ifix, de fundos imobiliários, teve recuo de 15,8%.

Em termos de portfólio de investimentos, os resultados de setembro mostram que a carteira subiu para R$ 935,7 bilhões. Em março, o total havia recuado para R$ 875,6 bilhões.

Veja mais

Autor: Sérgio Tauhata
Referência: Valor Investe