Capitolio


Wiz cria comitê para apurar denúncias da PF

27 de novembro 2020

Wiz reitera que desconhece qualquer indício da prática de ilícitos pela companhia

A Wiz Soluções e Corretagem de Seguros informou, em Fato Relevante enviado à Comissão de Valores Mobiliários (CVM) nesta noite, que seu Conselho de Administração deliberou, nesta quinta-feira, criar um comitê especial não estatutário para conduzir a análise detalhada sobre as denúncias constantes do processo que originou a busca e apreensão na sede da companhia.

Nesta quinta, a Polícia Federal deflagrou a operação Canal Seguro, que investiga fraudes envolvendo a corretora Wiz. Segundo a PF, entre 2014 e 2016 três dos diretores da companhia teriam praticado atos de gestão fraudulenta e desviado valores que podem chegar a R$ 28,3 milhões, mediante diversas transferências a título de pagamento por prestação de serviços, superfaturados ou que na verdade não foram realizados.

veja mais

Referência: Valor Econômico