Capitolio


Captação líquida do VGBL se recupera após susto da pandemia, mas ainda está abaixo do patamar de 2019

01 de dezembro 2020

Entre março e maio deste ano a captação líquida do VGBL caiu fortemente (33,6% em relação ao mesmo período do ano passado), reflexo das incertezas causadas pelos primeiros estágios da pandemia da Covid-19 no país, de acordo com a Confederação Nacional das Seguradoras (CNseg).

Uma clara recuperação foi observada no trimestre encerrado em setembro, com crescimento de 7,3% em relação a 2019, reflexo da maior clareza quanto à evolução da pandemia e da maior atratividade desse produto em relação às outras opções de alocação de recursos.

Isso pode ter sido especialmente significativo em um período marcado pelo aumento da chamada “poupança precaucional”, no contexto da pandemia.

No entanto, com esses resultados, o acumulado no ano a R$ 80,9 bilhões, ainda está abaixo do registrado em 2019 no mesmo período (R$ 82,7 bilhões).

Referência: CNseg