Capitolio


Conjuntura CNseg nº 34 destaca avanço do Seguro Cibernético e detalha a Saúde Suplementar na pandemia

01 de dezembro 2020

Proposta de novas modalidades de pagamento de benefícios, a recuperação da capitalização e uma série de artigos técnicos também são destaques da edição

As razões do extraordinário aumento de venda dos seguros cibernéticos no País, a proposta de novas alternativas de pagamento de benefícios em previdência e vida por sobrevivência da longevidade, como a capacidade da saúde suplementar ajudou a manter o bom funcionamento de toda a cadeia produtiva de Saúde durante a pandemia e a retomada dos títulos de capitalização estão entre os temas de Destaques dos Segmentos da Conjuntura CNseg nº 34.

São 23 páginas que incluem outros assuntos relevantes nas demais seções.

No Boxe Estatístico, avalia-se como promover quebras estruturais nas séries temporais, tema fundamental na análise estatística e na econométrica.

Já no Boxe Regulatório, um artigo trata da nova abordagem de Gestão de Risco de Liquidez proposta pela Susep, cujos impactos ainda são mensurados pelas comissões temáticas da Confederação Nacional das Seguradoras.

O papel da Autoridade Nacional de Proteção de Dados, fundamental para implementação da Lei Geral de Proteção de Dados e necessária à integração com reguladores do mercado Seguro, é o tema do Boxe Jurídico.

No Boxe de Relações de Consumo, as muitas inovações regulatórias ocorridas nessa matéria são detalhadas, a começar da Resolução CNSP 382, que trata das principais práticas de conduta no relacionamento com os clientes.

No Boxe de Produção Acadêmica, os leitores poderão se debruçar sobre uma variedade de temas, desde impactos das fusões e incorporações no mercado segurador,  passando pelo desempenho financeiro das operadoras brasileiras à luz do modelo Fleuriet ou sobre a importância das operadoras na demanda da prestação dos serviços assistenciais, chegando ao uso da tecnologia para monitorar os motoristas de carro.

Referência: CNseg