Capitolio


Hapvida e Intermédica ganham R$ 32,5 bi

12 de janeiro 2021

Em apenas dois pregões, Hapvida e NotreDame Intermédica (GNDI), que negociam uma fusão, valorizaram R$ 32,5 bilhões na B3

Com isso, a companhia combinada chegou ontem a um valor de mercado de R$ 129,4 bilhões, superando a Rede D’Or, que é avaliada em R$ 121,6 bilhões.

As ações da Intermédica fecharam ontem em alta de 11% e Hapvida, 8,46%, mesmo após os fortes de ganhos de sexta-feira, quando a negociação foi confirmada pelas operadoras de planos de saúde. Na sexta-feira, a valorização dos papéis da Intermédica foi de 26,59% e de 17,68% na Hapvida – o que foi visto como uma demonstração de que o mercado acredita no potencial da fusão. Com base no preço atual dos papéis e múltiplos das operadoras, a projeção de investidores é que a fusão pode gerar um incremento de R$ 1,2 bilhão na linha de lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda), por ano.

Questionado se a forte valorização do GNDI poderia levar a uma revisão do prêmio de 10% apresentado na proposta, Jorge Pinheiro, presidente da Hapvida, disse que essa alta do concorrente não dilui seu acionista e que não tem planos de mudar a oferta.

Veja mais

Autor: Beth Koike
Referência: Valor Econômico