Capitolio


Previ estuda montar carteira específica de ativos sustentáveis

02 de fevereiro 2021

A Previ estuda montar uma carteira com foco específico em investimentos aderentes às práticas ambientais, sociais e de governança (conhecidas pela sigla em inglês ESG) em 2021, segundo o diretor de participações do fundo de pensão do Banco do Brasil, Denísio Liberato.

Ao mesmo tempo, a entidade analisa os próximos passos de empresas investidas, dando continuidade ao movimento de diversificação da carteira, saídas de bloco de controle e busca de liquidez para os ativos. É o caso, por exemplo, da Invepar, em que há perspectiva para uma oferta inicial de ações no médio prazo.

Pelo porte da Previ, cujos investimentos somam quase R$ 220 bilhões, a carteira ESG tende a ser bilionária. Por ora, o portfólio atual da entidade se volta ao mercado local, mas a fundação também analisa investimentos no exterior, inclusive voltados para ESG. “Há vários ETFs [fundos de índice] lá fora focados em ESG. É uma coisa que está na nossa pauta do dia para estudar”, disse Liberato, ao participar da “Live do Valor ” ontem.

Veja mais

Autor: Juliana Schincariol e Rafael Rosas
Referência: Valor Econômico