Capitolio


Conselhos devem avaliar megafusão nesta semana

02 de fevereiro 2021

A NotreDame Intermédica (GNDI) não levantou, até o momento, nenhum ponto relevante nas discussões para a fusão com a Hapvida e a expectativa é que a proposta seja apresentada aos conselhos das operadoras de planos de saúde nesta semana, segundo o Credit Suisse, que esteve reunido com a direção da Hapvida durante conferência de investimentos na América Latina do banco, na semana passada.

No período de análise do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) e Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), que deve se estender até o fim do ano e começo de 2022, a companhia combinada terá dois co-CEOs para que eventuais oportunidades de aquisições de outros ativos que surjam neste período não sejam perdidos. “A empresa acredita que isso é particularmente importante, pois haverá uma janela de oportunidade para aquisições, que podem ser fechadas em dois a três anos. Quer manter equipes independentes e fazer uma integração eficaz logo após as ondas de fusões e aquisições. Acreditamos que isso atrasará as sinergias, mas essa decisão pode mudar com o tempo, à medida que as despesas aumentam”, segundo relatório do banco, assinado por Maurício Cepeda.

Veja mais

Autor: Beth Koike
Referência: Valor Econômico