Capitolio


Unimeds preparam reação à Hapvida e Intermédica

02 de fevereiro 2021

Ao menos 4 cooperativas perdem a liderança com possível fusão

Das 345 Unimeds existentes no país, 26 serão afetadas por uma fusão entre Hapvida e NotreDame Intermédica (GNDI), cujas negociações estão em andamento.O levantamento feito pela Unimed do Brasil, associação que reúne as cooperativas médicas, considera aquelas praças em que as Unimeds vão perder participação de mercado de imediato e também as cidades onde uma das duas operadoras já está presente e, com a combinação de negócios, terá mais condições de expansão.

O estudo, com 52 páginas, foi enviado às Unimeds com propostas para blindar a expansão de Hapvida e Intermédica em suas respectivas regiões. Entre as ações sugeridas estão a melhora no relacionamento com prestadores de serviço locais, como hospitais e clínicas, tendo em vista que as operadoras possuem rede própria e com isso podem ser vistas como concorrentes.

Veja mais

Autor: Beth Koike
Referência: Valor Econômico