Capitolio


Funcef pretende reduzir carteira de imóveis

19 de fevereiro 2021

A Funcef planeja reduzir sua carteira imobiliária nos próximos cinco anos, de 148 para 43 ativos

A carteira atual da fundação dos funcionários da Caixa está avaliada em cerca de R$ 5 bilhões. “O objetivo é nos concentrarmos em imóveis com valores médios mais altos. Temos muitos ativos pequenos e que têm expectativa de retorno menor”, disse ao Valor o presidente da Funcef, Renato Villela.

Na carteira da entidade há imóveis como o Hotel Renaissance e participação no Morumbi Shopping, ambos em São Paulo. “Vamos trabalhar com parceiros privados em termos de reestruturação. Muito provavelmente vamos transformar alguns destes ativos em fundos imobiliários”, afirmou o presidente da entidade.

O mercado como um todo tem expectativa sobre alteração na resolução 4.661, que regula os investimentos dos fundos de pensão. Em 2018, a regra passou a determinar que as entidades fechadas de previdência não poderiam investir diretamente em imóveis. E teriam 12 anos para se desfazer dos ativos em carteira ou transformá-los em fundos imobiliários exclusivos. Há uma demanda para uma mudança que permita manter os imóveis que as fundações possuem em seus portfólios. Os custos com impostos para a transformação em fundos são um dos principais pontos de questionamento.

Veja mais

Autor: Juliana Schincariol
Referência: Valor Econômico