Capitolio


Saúde ganha relevância na bolsa

03 de março 2021

Investimentos Setor já conta com duas companhias entre as 15 maiores

A recente união entre Hapvida e Intermédica e a chegada da Rede D’Or à bolsa, em dezembro, farão com que o setor de saúde comece, de fato, a ganhar representatividade na bolsa brasileira. Com valor de mercado acima de R$ 100 bilhões, ambas já figuram entre as maiores empresas listadas.

“O IPO da Rede D’Or, de muito sucesso, deixa nítida a percepção de que o setor de saúde é subrepresentado na bolsa brasileira, com fundamentos muito fortes de crescimento e resiliência”, afirma Marcelo Millen, responsável pela área de mercado de capitais e renda variável do Citi.

Setor ganhou visibilidade com união recente entre Hapvida e Intermédica e chegada da Rede D’Or à bolsa

Vários nomes do segmento acessaram a bolsa desde o início dos anos 2000, mas acabaram envolvidos em fusões e aquisições e fecharam o capital antes que o mercado pudesse contar com um grande nome. Com as luzes acesas para o segmento, há, no momento, sete companhias que preparam ofertas públicas inicias (IPOs), já em análise na Comissão de Valores Mobiliários (CVM).

Desde o IPO em dezembro, a Rede D’Or, maior rede privada de hospitais do país, já se valorizou 25%. Com R$ 137,4 bilhões em valor de mercado ontem, é a nona maior companhia listada. Já a empresa combinada a partir das operações de Hapvida e Intermédica, que integra rede hospitalar e operadoras, avaliada em R$ 115 bilhões, ficaria em 11º primeiro lugar.

Veja mais

Autor: Ana Paula Ragazzi
Referência: Valor Econômico