Capitolio


UTIs de hospitais particulares de SP continuam com ocupação por Covid alta

04 de março 2021

Beneficência Portuguesa está lotada e Einstein tem ocupação de 96%

A ocupação de leitos dos principais hospitais privados na cidade de São Paulo permanece elevada, nesta quarta-feira (3). Não há mais vagas de UTI para casos de Covid no Beneficência Portuguesa.

A ocupação geral do Hospital Israelita Albert Einstein está em 96%. Na terça, chegou a 99%. Nesta quarta, o hospital tinha 161 pacientes com Covid, dos quais 71 estão na UTI — um aumento em relação ao dia anterior.

O Hospital Oswaldo Cruz chegou a 98% de ocupação em UTIs para Covid-19. A ocupação geral no hospital é de 86%. São 146 pessoas com a doença, 57 delas na UTI.

O hospitais Sírio-Libanês tem ocupação geral de 92%, com 178 pessoas com Covid internadas, 48 deles na UTI.

A situação da pandemia em todo o estado de São Paulo é crítica. Com o agravamento da Covid-19, o governo estadual decidiu regredir todas as regiões para a fase vermelha do Plano São Paulo, a mais rígida, em busca de controlar a transmissão do Sars-CoV-2.

Nessa fase, somente serviços essenciais podem funcionar. Além disso, não haverá também fechamento total de escolas.

A nova fase tem início à meia-noite de sábado (6).

Autor: Phillippe Watanabe
Referência: Folha de São Paulo