Capitolio


Previ fecha 2020 com superávit de R$ 11,54 bi

08 de março 2021

A volatilidade dos mercados segue oferecendo oportunidades para a compra de títulos públicos, na visão da Previ.

O fundo de pensão dos funcionários do Banco do Brasil já adquiriu R$ 5,7 bilhões em NTN-Bs nos primeiros meses de 2021, mesmo depois de ter comprado R$ 13 bilhões em 2020.

Com a crise do coronavírus, a fundação chegou a ter perdas de quase R$ 24 bilhões no ano passado, mas fechou dezembro com um resultado positivo de R$ 11,54 bilhões, segundo o presidente da entidade, José Maurício Coelho.

No acumulado de 2019 e 2020, o resultado positivo da fundação chega a R$ 13,92 bilhões. Apesar das fortes oscilações no ano passado, a Previ conseguiu o resultado com base na gestão de liquidez e de risco, segundo o executivo. “2020 foi o ano da renda fixa”, disse Coelho.

A Previ também aplicou cerca de R$ 600 milhões em IPOs. A partir do segundo semestre de 2020, a fundação analisou a retomada das ofertas de ações e viu a chance de participar de cinco operações: Rede D’Or, Petz, Quero-Quero e Grupo Mateus, além da oferta subsequente da Rumo.

Veja mais

Autor: Juliana Schincariol
Referência: Valor Econômico