Capitolio


NotreDame Intermédica realiza mais de 800 mil atendimentos por telemedicina

12 de março 2021

Prestes a completar 1 ano, a portaria 467/2020 do Ministério da Saúde regularizou a Telemedicina em território nacional no dia 20 de março de 2020. Na semana seguinte, logo no início da quarentena, o Grupo NotreDame Intermédica (GNDI) deu início às teleconsultas para dar mais segurança e garantir o isolamento no atendimento remoto a seus beneficiários.

Neste primeiro ano, foram mais de 800 mil atendimentos médicos realizados, empreendidos por uma equipe especializada com mais de 1.100 médicos treinados para prestarem o serviço por videoconferência para seus beneficiários.

Além do Pronto-Atendimento médico, adulto e infantil, as consultas eletivas por Telemedicina foram responsáveis por mais de 80 mil dos atendimentos em telemedicina, começando a serem oferecidas a partir de junho de 2020 nas especialidades básicas de clínica médica, pediatria, ginecologia e geriatria, e, agora, disponibilizadas para dermatologia, cardiologia e nutrição, além do pronto atendimento em saúde mental.

“Dentro da nova condição de vida da população na pandemia, a saúde mental se tonou um tema de destaque na área médica. O nosso pronto-atendimento de psicologia possui profissionais da área que são especializados e ajudam os nossos beneficiários nesse momento de reclusão, que, naturalmente, gera ansiedade e transtornos que podem ser controlados com terapia”, explica Paulo Sng Man Yoo, Gerente Médico de Telemedicina e Inovação do GNDI.

Referência: Medicina SA