Capitolio


Legível

18 de março 2021

Coluna Broadcast

Com o avanço da medicina remota na pandemia, a healthtech Memed viu o número de receitas médicas emitidas na plataforma ir de 500 mil por mês em média, em 2020, para uma expectativa de 2,3 milhões a 2,5 milhões, em março.

Com 120 mil médicos cadastrados, que a usam de forma gratuita, a plataforma conecta as receitas a 30 mil farmácias e drogarias cadastradas.

» Tudo virtual. Agora, deve começar a ganhar dinheiro com a operação, com o lançamento de um marketplace (espécie de shopping virtual) para vender os medicamentos a partir da receita digital, agendar exames e outros serviços de saúde. Segundo o CEO da Memed, Ricardo Moraes, o plano inclui cobrar comissão.

» Iscas. Para médicos, pacientes e farmácias, o uso continuará gratuito.

Desde sua fundação, a Memed recebeu cerca de R$ 33 milhões em quatro rodadas de investimentos e deve abrir uma nova, em breve.

Referência: Estado de São Paulo