Capitolio


Cássio dos Santos deixa de ser CEO para ficar só no conselho do IRB

31 de março 2021

Executivo assumiu como chairman e CEO em março do ano passado, na esteira do escândalo desencadeado pela gestora carioca Squadra, que questionou as práticas contábeis da empresa

O IRB Brasil Re anunciou que, seguindo o regulamento do Novo Mercado da B3, Antonio Cássio dos Santos deixou de acumular os cargos de presidente do conselho de administração e diretor-presidente da companhia. Assim, ele permanecerá apenas como chairman, enquanto Wilson Toneto, atual vice-presidente, assumirá como CEO interino.

O IRB informou que contratou uma consultoria internacional especializada para a busca do novo CEO. “Assim que o processo de recrutamento e seleção for concluído, a companhia divulgará a eleição do novo CEO ao mercado”.

A oficialização de Santos à frente apenas do conselho já era esperada pelo mercado, uma vez que o próprio ressegurador havia enviado à Comissão de Valores Mobiliários (CVM), no início do mês, um documento formalizando o movimento. Na ocasião, a companhia propôs a renovação do mandato de Santos à frente do colegiado, que teria de ser formalizada pela AGO, mas implicaria em sua saída do cargo de CEO pelas regras do Novo Mercado da B3, que permite a acumulação apenas pelo período de um ano.

Veja mais

Autor: Álvaro Campos
Referência: Valor Econômico