Capitolio


Estoques de kits intubação no país estão em pré-colapso, dizem entidades gestoras da saúde pública

16 de abril 2021

Instituto que reúne organizações sociais aponta que hospitais têm usado medicações alternativa

O Instituto Brasileiro das Organizações Sociais de Saúde (Ibross), que reúne 21 entidades responsáveis por 800 unidades de saúde públicas no Brasil, afirma que os estoques de kits de intubação chegaram “a um nível extremamente crítico de pré-colapso” no país.

ALERTA

“Em alguns casos, há unidades com estoques para 24 horas em alguns destes itens”, afirma o instituto em carta —reforçando alertas dramáticos de governos estaduais, municipais e associações de hospitais privados.

ALERTA 2

A entidade diz ainda que hospitais têm adotado protocolos e medicações alternativas. Mesmo assim, a situação é desesperadora pois eles podem simplesmente acabar.

ALERTA 3

“A falta desses medicamentos colapsará unidades de saúde em todo o país, podendo causar desassistência a milhares de pacientes”, informa ainda o comunicado.

CANETA

O Ibross relembra ainda que o Ministério da Saúde passou a requisitar o estoque de medicamentos produzidos no país. Assim, as fábricas entregam as drogas diretamente ao governo federal.

CANETA 2

Os produtores passaram a destinar ao ministério inclusive as aquisições já solicitadas e compromissadas pelas Organizações Sociais de Saúde “que se planejaram para evitar o colapso da assistência em suas unidades”, ressalta o Ibross.

Autor: Monica Bergamo
Referência: Folha de São Paulo