Capitolio


Unimed testa cabine para paciente falar com médico

22 de abril 2021

As operadoras de planos de saúde Unimed e Sul América estão testando o uso de cabines e totens, equipados para fazer atendimento médico remoto.

Em março, a Unimed Grande Florianópolis (SC) instalou duas cabines de auto-atendimento, para oferecer suporte médico 24 horas a funcionários da Portobello, fabricante de revestimentos cerâmicos, e da Intelbras, empresa que produz dispositivos de segurança e redes.

As cabines batizadas de Doctor-U fazem um trabalho similar ao da triagem médica do pronto-socorro, medindo temperatura, pressão arterial, nível de oxigenação no sangue, peso, altura, índice de massa corporal (IMC) e frequência cardíaca do paciente.

“Se um funcionário apresentar sintomas de covid-19, por exemplo, não precisa esperar o agendamento no ambulatório”, diz Tomás Schoor Rios, gerente de produtos da Unimed Grande Florianópolis. “O médico é acionado da cabine e já providencia o atestado médico para liberação do funcionário, bem como o pedido do teste PCR que detecta o vírus.”

Rios explica que a ideia de projetar as cabines começou junto com a pandemia, em março do ano passado. Após analisar modelos na China e nos Estados Unidos, a empresa desenvolveu as próprias cabines chamadas Doctor-U.

Veja mais

Autor: Daniela Braun
Referência: Valor Econômico