Capitolio


GPS conclui IPO e Hospital Care adia oferta para dia 28

23 de abril 2021

Operações em abril somam R$ 9 bilhões e há mais R$ 18 bilhões na fila para fechar até 11 de maio

A primeira leva de ofertas públicas iniciais de ações (IPO, na sigla em inglês) programada para fechar em abril terminou ontem sem que nenhuma operação tenha saído no preço inicialmente pretendido pelas companhias. Mesmo com os descontos pedidos pelos investidores nas operações recentes, os bancos continuam lançando operações. Há 12 ofertas em andamento.

O Grupo GPS, prestador de serviços de mão de obra, concordou em dar um desconto de 7,7% em relação ao piso inicialmente pretendido para as suas ações e concretizou a operação ontem. O papel foi vendido a R$ 12 e, considerando a oferta-base, a oferta somou R$ 2,16 bilhões. O lote suplementar, de R$ 324 milhões, também deverá ser exercido, segundo fontes.

Metade dos recursos vai para o caixa da companhia, e será utilizado para aquisições, pagamento de dividendos aos acionistas; além de fortalecer a capacidade financeira da empresa. Entre os vendedores, além de acionistas pessoas físicas estão os fundos de private equity Warburg Pincus e Gávea.

Veja mais

Autor: Ana Paula Ragazzi
Referência: Valor Econômico