Capitolio


Funcional negocia com fundos venda de fatia minoritária

26 de abril 2021

Empresa de gestão de saúde busca aporte entre R$ 150 milhões e R$ 200 milhões para expansão

A Funcional Health Tech, empresa de gestão de saúde, está negociando com fundos de private equity a venda de uma fatia minoritária. A ideia é receber um aporte entre R$ 150 milhões e R$ 200 milhões para expansão. A empresa contratou o Itaú BBA, que iniciou as conversas com os interessados há cerca de um mês.

A proposta foi apresentada a 42 fundos, sendo que 25 demonstraram interesse, segundo Fábio Hansen, fundador e presidente da Funcional. Hansen detém 93% do negócio e o restante pertence à Paulo Magalhães, fundador da Fidelize, empresa de tecnologia de saúde que fez uma fusão com a Funcional em 2014.

A Funcional faz a gestão de saúde de 7 milhões de pessoas. Seus clientes são operadoras de convênios médicos, empresas, indústria farmacêutica, entre outras. A Funcional também faz serviços de identificação de fraude e gestão da rede credenciada das operadoras. Em 2020, o faturamento foi de R$ 110 milhões, alta de 14% sobre 2019. O lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda) ficou em R$ 22 milhões.

Os recursos do aporte serão destinados a aquisições, investimento em tecnologia e entrada em novos mercados. Entre eles, estão as empresas de médio porte que ainda não oferecem benefício de medicamentos aos funcionários. “Cerca de 95% das grandes companhias já oferecem o benefício. Já nas empresas de médio porte há apenas o plano de saúde. Queremos desmistificar que é um benefício caro”, disse Hansen.

Veja mais

Autor: Beth Koike
Referência: Valor Econômico