Capitolio


Expansão do seguro residencial é de 15,7%

30 de abril 2021

Em fevereiro de 2021, o seguro residencial teve volume de   R$ 285,2 milhões,  15,7% superior ao observado no mesmo mês do ano passado. No primeiro bimestre já somam R$ 581,3 milhões. um crescimento de 10,8% no período. A difusão do teletrabalho em 2020, por conta da pandemia do novo coronavírus, foi um dos grandes motores da alavancagem do produto, segundo a Confederação Nacional das Seguradoras – CNseg.

Essa nova modalidade de trabalho à distância fez com que a demanda do seguro residencial aumentasse em mais de 30% para seguradoras especializadas líderes. Em 2021, as perspectivas para o produto se mantêm positivas, tendo em vista que as residências devem continuar sendo o principal local de convívio, estudo e trabalho e os brasileiros perceberam a importância e a necessidade de proteger um patrimônio tão especial.

A recente determinação da Susep de autorizar a venda de “combos”, que reúnem vários tipos de cobertura em uma única apólice, deverá contribuir para o aumento das possibilidades de proteção e cobertura da população brasileira, tornando o seguro mais acessível.

Referência: CNseg – Superintendência-Executiva de Comunicação e Imprensa