Capitolio


Após 3 semanas, ocupação de leitos de UTI volta a ultrapassar 80% em SP

25 de maio 2021

Isolamento social se mantém baixo, enquanto aumenta o número de passageiros nos ônibus da capital.

Aumentou a taxa de ocupação dos leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) dedicados ao tratamento de pacientes com Covid-19 no estado de São Paulo, de acordo com dados do governo paulista.

Nesta segunda-feira, o estado tem 80,2% dos leitos ocupados, enquanto na segunda passada (17) e na retrasada (10) eram 78,5%.

A região metropolitana da capital tem lotação de 77,1%, seguindo uma leve tendência de crescimento. Na segunda passada era de 76,6%, e na anterior de 76,7%.

O índice de isolamento social, por outro lado, segue o mesmo. Nos últimos dois domingos, em 23 e 16 de maio, a média permaneceu em 48%. Duas semanas atrás (9), chegou a 46%, o menor valor registrado em um domingo desde o início do ano.

O trânsito na capital também não teve mudanças significativas, enquanto houve um leve aumento no número de passageiros nos ônibus.

Segundo dados da CET (Companhia de Engenharia de Tráfego), a média foi de 4 quilômetros de lentidão neste domingo, e na semana passada, 5 quilômetros. No domingo anterior, o congestionamento foi relativamente maior, com 13 quilômetros.

Nos ônibus, 1,88 milhão de pessoas andaram nos coletivos na sexta passada (21), cerca de 60 mil a mais do que na sexta anterior (14), com 1,82 milhões. A CET não registra o número de passageiros aos finais de semana.

Havia cerca de 1,7 milhão de carros circulando nas ruas da cidade nos últimos dois domingos, enquanto no anterior eram 4 milhões.

O estado de SP tem aproximadamente 3,2 milhões de casos confirmados de Covid-19, com 107.677 mortes em decorrência da doença. A taxa de letalidade é de 3,4%.

Autor: Victoria Damasceno
Referência: Folha de São Paulo